Nunca foi tão difícil prever cenários! É como se tudo estivesse girando numa velocidade tão grande que não sabemos, nem de longe, como será o dia de amanhã. O mundo nunca foi tão VUCA com agora…

Incerteza, turbulência, quarentena, mudanças rápidas, crise econômica, rupturas, mortes, medo, complexidade e instabilidade são algumas das nuances que dão a dimensão do planeta nesse momento. Como conduzir a própria vida e ficar estabilizado(a) se tudo o que aconteceu até agora já parece não ser mais suficiente para termos as respostas desejadas?

A pandemia do coronavirus, definitivamente, vai mudar tudo que conhecemos. Como já nos ensinou Bauman, o que era sólido, imutável e consistente ficou liquido. E pra piorar as coisas, ainda temos que enfrentar diariamente uma verdadeira sobrecarga de informações, imagens, notícias, projeções, verdades e mentiras. A cabeça está cheia! Confinados em nossas próprias casas, não sabemos o que dizer para nossos filhos, parentes e amigos, não sabemos se o dinheiro será suficiente, se a saúde vai resistir e se haverá trabalho quando isso acabar.

Essa situação traz incerteza, medo e insegurança. Por isso, a pergunta que não quer calar é: COMO MANTER A SAÚDE MENTAL NESSE TEMPO?

Então preste atenção e coloque em prática:

1º) LEMBRE-SE que você não está sozinho(a). Esse é um problema mundial
Num momento como esse, em que o isolamento é indicado para a grande maioria das pessoas, é comum que a gente se sinta só. Mas estamos todos juntos, em todos os lugares.

2º) Cuidado com o excesso de informações e as notícias falsas
Se apegue a fontes seguras de informação. Procure espaços nos quais pode encontrar notícias verdadeiras e se informar com tranquilidade. Fez isso hoje? OK. Não precisa ficar conectado o tempo todo às notícias; informação demais aumenta a ansiedade.

3º) Faça coisas que você gosta e comece novos projetos
Aproveite o tempo para ler, assistir a filmes e séries, ouvir músicas, fazer um curso online, cozinhar, meditar – ocupe a cabeça com aquilo que te dá prazer.

4º) Não deixe de falar com as pessoas
Podemos interagir por meio das plataformas digitais. As redes e aplicativos são grandes aliados nesse momento. Aproveite para conversar com parentes e amigos com os quais você não tinha tempo para falar antes.

5º) Crie uma rotina
Organizar o dia ajuda a tornar esse período de isolamento mais tranquilo. Estabelecer horários para cada atividade e procurar segui-los diariamente pode fazer toda a diferença.

6º) Sobretudo, cuide-se
Alimente-se de forma saudável, pratique exercícios (mesmo que dentro de casa) e não interrompa tratamentos. Em caso de dúvidas, entre em contato com seu médico. Essa fase irá passar e você estará bem.

Aconteça o que aconteça, estamos aqui para nos ajudar e nos fortalecer.

NÃO ESQUEÇA: Esse tempo vai passar

#fe
#foco
#bauman
#mundovuca
#fiqueemcasa

@professorleclerc